Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Idosos e deficientes reclamam da falta de respeito

Idosos e deficientes que moram na região, reclamam dos motoristas que ocupam vagas de estacionamentos especiais sem ter esse direito. Das vagas nos rotativos, centenas são destinadas a eles, segundo a Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana. O problema é o desrespeito dos motoristas que estacionam nas vagas demarcadas, principalmente nos horários de pico.

As placas indicam que os espaços estão reservados. E é com um documento que a pessoa comprova que está apta a estacionar ali. A vaga especial é um direito garantido por lei. O Conselho Nacional de Trânsito determina que 5% das vagas do estacionamento regulamentado sejam destinados aos idosos e 2% a pessoas com deficiência física. Muita gente sabe disso e mesmo assim não respeita.

“Toda hora [encontra a dificuldade no dia dia]. Não tem vaga nunca, todo mundo usa. Quando eu vim estacionar aqui tinha um moço bem novo. Aí ei disse ‘essa vaga é minha’ e ele foi embora. Mas é difícil...”, contou o aposentado Clóvis Muniz.

“Estamos numa situação muito difícil aqui principalmente aqui no Centro. [Muitas vezes chego e a vaga tá ocupada] por outra pessoa que não tem o cartão pra colocar”, disse Carlos D’Ávila, aposentado.

Não é difícil encontrar quem tente dar uma parada rapidinha, com o pisca alerta ligado. E aí as opções para quem tem direito ficam ainda mais reduzidas.

“Tem que rodar muito pra achar uma vaga, entendeu. Aí, o que acontece, fica rodando pra conseguir num outro lugar, não na faixa de deficiente. Eu tenho os dois cartões e tem muitos que põem o carro, que não é deficiente na vaga de deficiente. A gente fala e ainda acha ruim com a gente”, contou Sebastião Furtado do Valle, aposentado.

A Guarda Municipal informou que quando o veículo é flagrado estacionado em vagas especiais, é feita a multa como alerta e depois remoção desse automóvel, caso o motorista não apareça, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro. 

Ainda de acordo com a Guarda Municipal, também são realizadas orientações aos motoristas, porque alguns idosos e deficientes físicos ainda não retiraram o cartão de identificação. A guarda disse ainda que de janeiro a junho aplicou 86 multas por estacionamento em vagas destinadas aos deficientes e idosos